Mikrotik – Fronteira Digital  

Objetivo

Mikrotik – Implementar o servidor de fronteira e estabelecer uma camada de Segurança da Informação. Criar o conceito da Portaria Digital. Portaria é o local que audita e monitora o acesso a empresa. Também o acesso dos usuários ao meio externo.

A fronteira entre a empresa e a rede pública. O Mikrotik estabelece está fronteira ou portaria. Uma solução de serviço suportada por códigos e equipamento que viabiliza está camada de segurança.

Possibilitar a edição de sites liberados e bloqueados. Monitoramento do serviço de banda contratada por gráfico. Gestão de regras com restrições de acesso. Políticas de tunelamento.

Contexto

Proposta de configuração de roteador Mikrotik

Funcionalidades:

  • Serviço de VPN – Conexão segura ponto-a-ponto;
  • Firewall (Fronteira e regras de abertura e fechamento de portas);
  • Auditoria (Consumo de tráfego – MRTG);
  • Serviço de Proxy (webproxy) sem auditoria, possui lista de sites bloqueados, mas sem auditoria de eficiência;
  • Contingência de link – Link redundante automático;
  • Segmentar a rede INTERNA administrativa e Visitantes (Segurança da Informação);
  • DHCP – Serviço de registro de IP na estação, de acordo ou não (opcional) com o MacAdress.

Orçamento básico de Serviço R$ 360,00 (por equipamento instalado) o equipamento não faz parte da proposta

Mikrotik – Fronteira Digital

Mikrotik